Sem título-6-1.jpg

Welcome to my page! here you can see more of my work!

até te voltar a abraçar

Se hoje me perguntassem qual seria a pior coisa que poderia acontecer este ano, nem num milhão de anos a minha resposta seria a que é neste momento. Porque há dias que nunca imaginamos que possam acontecer, porque há coisas que só acontecem aos outros. Porque existe aquelas pessoas que nem sequer supomos que é possível morrerem por terem tanta vida e tanta felicidade dentro de si, e existem palavras que nunca achamos que irão ficar por dizer. Existem palavras que achamos que nunca vamos escrever, e hoje, depois de muitos dias sem as ter, muitos dias sem as querer aceitar, as escrevo. 

Foram dias, semanas, até conseguir perceber que tudo isto era realidade. O choque foi demasiado grande, nada parecia real, como podia ser possível? Como é que aceitamos, ou sequer conseguimos admitir que seja real que a minha melhor amiga, a minha irmã, morreu? Como assim, está em coma a lutar pela vida? Se ainda há poucos dias tinha falado com ela e ela estava bem? E passado poucas horas, sem sequer ter oportunidade de a ver e lhe agarrar na mão e pedir que tivesse força porque precisávamos demasiado dela connosco, morre? Como é que algo assim acontece? 

A minha melhor amiga, a minha irmã de coração deixou-nos. Ela, que tinha a vida inteira pela frente, vida essa que ela encarava sempre com o maior sorriso que tinha, Vida essa que ia passar ao lado do amor da vida dela, a fazer aquilo que mais gostava, rodeada de família e amigos que a amavam mais do que tudo. Tinha tudo o que precisava para ser feliz, porque sempre lutou por tudo o que tinha. E estava feliz, tão feliz!

fotografia_0428.jpg
fotografia_0902.jpg

Todos os dias penso em ti, todos os dias penso em contar-te as novidades, em quanto me fazes falta. Tenho saudades dos nossos almoços, das nossas maratonas ao sol na esplanada de um café qualquer. Tenho saudades que me chames totó, que me dês sermões. É tão difícil aceitar e acreditar que partiste. Fica o conforto de saber que nada ficou por dizer, que tu sabias o quanto eras importante para mim, o.quanto eu faria tudo o que pudesse por ti se tivesse sido possível. 

Sou uma privilegiada por te ter conhecido, por te ter tido como a minha irmã do coração. Contigo aprendi a lutar por aquilo que quero e mesmo no fim, mesmo quando já não tinhas forças, deixaste-me uma última lição de vida, que eu vou honrar e fazer de tudo para te deixar orgulhosa. Mesmo nos dias em que tenho vontade de largar tudo e entregar-me à tristeza e à dor que foi perder-te. Mas eu conhecia-te bem demais para permitir isso. Irias detestar, irias 'dar-me na cabeça' para ser forte. Para ser feliz. Nunca serei forte como tu,  quando tudo estava a desabar à tua volta, tu ainda arranjaste forças que ninguém sequer consegue explicar. Prometo-te que vou tentar ser forte, todos os dias e não deixar que a tua falta me faça desistir e me impeça de viver esta vida que tu tanto querias e não te deixaram.  Vou-te deixar orgulhosa irmã. Vou ser forte e vou-te honrar, recordar e agradecer todos os dias por tudo o que passamos juntas, por tudo o que me ensinaste.

IMG_4038.jpg

Como me disseste no teu dia tão feliz, enquanto me entregavas o teu ramo (a  mim, a tua madrinha de casamento tão, mas tão orgulhosa) 'vou estar sempre, sempre contigo'. Nunca vou esquecer isso, nunca vou esquecer essas palavras num momento tão feliz.  Estarás sempre no meu coração, na minha memória. Em tudo o que eu faça, parte do que me deixaste/ensinaste vai estar sempre presente. Guardo-te no meu coração, para sempre, até te poder voltar a abraçar.

fotografia_1273.jpg

welcome to the jungle